• Por Jackeline Arantes

O dilema do carrinho de bebê

Quando vamos fazer o enxoval do bebê e somos pais de primeira viagem acabamos comprando coisas desnecessárias e até erradas, tudo é novo e complicado, existem tantas marcas e opções principalmente pra quem faz compras nos EUA. O nosso caso com o carrinho de bebê é sério, não sabemos dizer se amamos ou odiamos o carrinho principal (sim, tivemos que comprar outro aqui no Brasil) mas eis a nossa experiência.


Pontos Positivos:

-Prático de fechar

-Cabe no porta-malas

-O bebê conforto encaixa no carrinho

-O bebê conforto tem um suporte que facilita "plugar" no carro

-Tem suporte para copinho do bebê, celular e copo da mãe

-Tem bastante espaço para levar bolsa ou qualquer outra coisa na parte de baixo


Pontos negativos:

-Desconfortável para bebê menor de 4 meses, só funciona com o bebê conforto plugado a ele

-Não deita completamente, apenas fica inclinado





Pontos Positivos:

-Pequeno, leve e fácil de dobrar, guardar, levar, ou seja extremamente prático

-Ideal para viagens, andar longas distâncias

-Deita e senta completamente


Pontos negativos:

-Só suporta bebês a partir de 6 meses e até 15 kg ou seja, mais ou menos até o bebê completar 18 meses

-Não é muito confortável

-Não possui apoio na parte dos braços do bebê


Em resumo, na minha opinião independentemente do modelo do carrinho principal, vale a pena ter um modelo umbrella para quem viaja, sai bastante e gosta de praticidade, mas no próximo baby com certeza vou olhar com mais critério os carrinhos!