Crônica - Saindo sozinha com o bebê

 

Temos compromisso amanhã as 16:00, já vou dormir pensando no que tenho que fazer/organizar pra chegarmos a tempo, vai dar certo, não vamos nos atrasar dessa vez.

Tô tranquila, tá tudo como no cronograma. Louça lavada, bebê almoçou, mamou, tomou banho e já está tirando a soneca pra irmos.

 

14:00 será que está muito cedo pra começar a me arrumar? Acho que posso esperar mais um pouco.

 

14:40 vou arrumar a bolsa dela:

-fraldas

-pomada

-lenço umedecido

-uma roupa a mais

-copinho de água

-lanchinho

-medidas de leite em pó

-mamadeira limpa

-térmica com água quente

-paninho de boca

-trocador portátil

-brinquedinhos

PRONTO!

 

14:50 Vou me arrumar, naquele estilo mãe mesmo: jenas + blusa + sapatilha/rasteirinha + brincos pequenos + cabelo preso. Um pouco de corretivo só pra não parecer tão louca. Tô pronta! Me olho no espelho e já começando a ficar suada me faço a mesma pergunta de sempre: PORQUE AINDA INVENTO DE SAIR DE CASA SOZINHA COM O BEBÊ?

15:10 olho no berço o soninho dela tá pesado, poxa, mas nem era pra ela estar dormindo tanto a essa hora, é só porque temos compromisso né? Ai que dó, será que dá tempo de desmarcar? Não! Força!

Acordo ela aos poucos, fica enjoadinha (claro), então tudo tem que ser feito com mais calma pra deixar a ferinha mais mansa. Troco a fralda, tento iniciar o ritual de vestir a roupa. Coloco um pé na calça, ela tira, tento colocar de novo, ela tira, tento colocar mais uma vez, consigo vestir a calça. ESQUECI DO BODY, tira a calça. RESPIRA, inicia tudo outra vez (e ela chutando meus peitos sem parar). Penteio o cabelinho, passo o perfume e nem tento colocar o sapato agora porque com certeza ela vai tirar. NOTA MENTAL  COLOCAR O SAPATO NA BOLSA.

Deixo ela no berço e termino de ajeitar tudo. Pego ela no berço, saio de casa, entro no elevador fazendo check list mental se peguei tudo. Meu celular, carteira, chaves da casa, chave do carro.. ESPERA, cade a chave do carro????

Volto em casa, deixo ela no berço chorando, procuro a chave do carro, reviro tudo, ACHEI, vamos de novo. Entro no elevador e me olho de novo no espelho já suada e levemente descabelada. Olho no relógio 15:40, é, acho que vai dar. Coloco a bolsa no carro e inicio o ritual de colocar ela na cadeirinha, um brinquedo que já fica estrategicamente no carro pra esses momentos deixa ela entretida enquanto termino o processo. Ótimo, tudo pronto, só falta colocar a chupeta nela e vamos. Cadê a chupeta??? Reviro a bolsa orando pedindo a Deus que ela esteja lá, não está. Será que tem problema deixar ela aqui embaixo sozinha enquanto subo rapidinho? BRINCADEIRA. Tiro ela da cadeirinha, subo em casa, coloco ela no berço, e procuro a bendita chupeta, reviro tudo, eu vou me atrasar, calma, chupeta CADE VOCÊ, eu penso em sair sem a chupeta mesmo mas da outra vez ela chorou demais não dá pra sair sem ela, AI MEU DEUS DO CÉU ONDE ESTÁ ESSA CHUPEEEE achei! Volto pro carro, prendo ela na cadeirinha com bastante pressa. Vou cantando todo meu repertório de Bita e os Animais no trajeto, ela não chora dessa vez.

 

Cheguei gente!!! 16:30, mas cheguei. Foi tão bom sair, né?! Já marco outro compromisso....

Please reload

17 Jun 2020

12 Feb 2020

Please reload

© 2016 by Apenas Mãe. Created by LUXLINE FILM & DESIGN

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now